"O gosto amargo da BAIXA QUALIDADE, dura bem mais que a doçura do preço INFERIOR"

EM IMPLANTODONTIA, AS IMAGENS EM 3D NÃO SÃO ILUSÃO. É UM SONHO QUE SE TORNOU REALIDADE

Anotação 2019-07-30 141125

EM IMPLANTODONTIA, AS IMAGENS EM 3D NÃO SÃO ILUSÃO. É UM SONHO QUE SE TORNOU REALIDADE E TECNOLOGIA AVANÇADA PARA DIAGNÓSTICO E PLANEJAMENTO.

 

“Há momentos para sonhar e momentos para tomar decisões. Quando falamos de Implantodontia e do papel que os dentistas podem desempenhar para ajudar os pacientes a conseguir um sorriso natural e saudável, acreditamos que devemos usar a tecnologia 3D e aproveitar tudo o que ela nos oferece atualmente.”

 

“CONHECER COM ANTECEDÊNCIA A CONDIÇÃO DO PACIENTE RESULTA EM MENOS ESTRESSE PARA TODOS OS ENVOLVIDOS.”

Durante os últimos 30 ou 40 anos, as imagens panorâmicas 2D sempre têm sido utilizadas em Implantodontia e os dentistas hoje não poderiam imaginar trabalhar sem elas. Agora que a tecnologia 3D está mais acessível, sua eficácia foi comprovada e seu manuseio é mais fácil do que quando foi introduzida

no mercado odontológico, não há motivos para não usá-la no planejamento de tratamentos modernos de Implantodontia.

A premissa é simples: os digitalizadores 3D fornecem informações que que não podem ser obtidas por imagem panorâmica em 2D. Com esses valiosos dados e conhecimentos, os dentistas podem melhorar a qualidade e a precisão de seus tratamentos e, em

alguns casos, até mesmo modificá-los completamente, desde o diagnóstico até o planejamento da intervenção, graças à possibilidade de avaliar todas as dimensões

nas três direções do espaço. Não apenas auxilia aos Implantodontistas a evitar riscos, mas também oferece a eles a possibilidade de reduzir o tempo de tratamento, ou seja, conseguir períodos de recuperação mais curtos e pacientes mais satisfeitos. Por outro lado, o fato

de o processo de trabalho ser integrado proporciona grande previsibilidade, não só no que diz respeito aos resultados, mas também em relação aos Implantes, cirurgia guiada, conexões e os custos de tratamento necessários.

Graças à tecnologia 3D, os dentistas agora têm uma ferramenta incrivelmente convincente, facilmente acessível através de uma tela, para melhorar a comunicação com o paciente e, assim, aumentar a aceitação dos tratamentos.

Porém, possivelmente a maior vantagem para o dentista seja a redução do estresse: graças às imagens 3D e ao planejamento, toda a sua equipe de trabalho saberá com antecedência o que esperar durante a intervenção.

“COM UM DIGITALIZADOR  CBCT, AS ESPECULAÇÕES SÃO ELIMINADAS. VOCÊ VÊ,  ENTENDE E PLANEJA COM CONFIANÇA.”

Comparativamente às imagens 2D, a incorporação de digitalizadores 3D no planejamento de tratamento faz uma grande diferença em termos de previsibilidade e segurança: danos aos nervos, penetração do assoalho nasal, sangramento da

mandíbula por lesões nas artérias da parte inferior da boca, etc. Todos esses riscos são reduzidos.

Os anos de experiência em Implantodontia dentária são de grande ajuda, eles fornecem uma referência sobre o que esperar durante uma intervenção e evitam possíveis problemas durante o tratamento. No entanto, nem mesmo o implantodontista mais experiente pode ver todos os detalhes apenas com seus olhos, simplesmente porque ninguém pode observar o interior de um dente. Isso não torna seu profissionalismo questionável; simplesmente faz dele humano.

Na Implantodontia, é comum ocorrer a incômoda disparidade entre o “encaixe perfeito” e a impaciência de um paciente. Por isso a obtenção de imagens 3D

é tão importante. Nos permite prever situações em que surpresas podem significar erros no tratamento. É aqui onde a capacidade de planejar pensando nos resultados é mais valiosa, permitindo que o protético determine a posição perfeita do Implante. Mesmo assim, a experiência do dentista continua sendo o que torna um tratamento perfeito, mas a obtenção de imagens em 3D faz com que o trabalho cirúrgico do dentista fique em evidência, pois elimina as suposições.

 

“UM DISPOSITIVO CBCT É UM INVESTIMENTO EM EFICIÊNCIA, UM REINVESTIMENTO NA CONFIANÇA DE SEUS PACIENTES”.

A aceitação dos tratamentos pelo paciente é um dos maiores desafios enfrentados por um dentista; especialmente se oferece Implantodontia. Os

procedimentos podem intimidar, ser desconhecido e caros, gerando um nível de ceticismo maior do que o habitual entre seus pacientes. É aqui que uma imagem 3D pode fazer uma diferença significativa. Uma imagem 3D, fundamentando sua opinião profissional, oferece ao paciente evidências que respaldam suas recomendações. A possibilidade de ver de perto as zonas problemáticas, descrever o tratamento em detalhes e encorajar os pacientes a participar do diagnóstico, é excepcionalmente útil para aumentar tanto o índice de aceitação de casos quanto a confiança dos pacientes.

A tecnologia 3D, em razão da grande variedade de perspectivas e conhecimentos clínicos e das imagens surpreendentes que oferece, é a maneira ideal de atrair pacientes para os benefícios da Implantodontia. Quando se gira a imagem, a reação mais comum entre os pacientes é “Uau!, é impressionante!!”. Leva apenas alguns segundos para explicar como o implante é planejado, as razões pelas quais a intervenção é feita dessa forma e o excelente resultado final.

A aceitação final do caso continua dependendo da confiança que seus pacientes depositam em você, mas o dispositivo CBCT é um instrumento que demonstra competência clínica e um compromisso com a inovação que fortalecerá as relações com seus pacientes. Em relação às ações de marketing, a obtenção de imagens em 3D pode ser valiosa

para atração de novos pacientes, conseguindo alta aceitação de casos desde o início.

ALÉM DA CONFIANÇA QUE OS PACIENTES DEPOSITAM EM VOCÊ COMO DENTISTA  PROFISSIONAL, HÁ UM SEGUNDO FATOR QUE DETERMINA A ACEITAÇÃO DO CASO: A CONFIANÇA NA TECNOLOGIA.

A exposição à radiação é uma preocupação para muitos pacientes. Um digitalizador CBCT com Low Dose Technology™ – tecnologia de baixa dose – reduz a dosagem necessária e ajuda a atenuar os receios de seus pacientes.

Agora estamos mudando do princípio ALARA (tão baixo quanto razoavelmente possível) para o princípio ALADA. ALADA significa “ As Low As Diagnostically Acceptable”; isto é, “ tão baixo quanto diagnosticamente aceitável”. Para

se conseguir uma imagem diagnosticamente aceitável e interpretável, os parâmetros de campo visual e de alta resolução devem ser selecionados adequadamente em relação à indicação do digitalizador.

Os novos equipamentos como o KaVo OP 3D Pro oferecem Low Dose Technology™, uma tecnologia de baixa dose que permite capturar imagens 3D muito precisas com a mesma dose, ou até menor, do que em imagens panorâmicas padrão.

Assim como a dose é uma preocupação infundada dos pacientes, o manuseio de um digitalizador CBTC é um obstáculo infundado para os  Implantodontistas.
Para começar, é mais fácil obter uma imagem 3D do que uma imagem panorâmica, porque não se precisa prestar tanta atenção à perfeita posição do paciente. Por outro lado, equipamentos como o KaVo OP 3D Pro ou o KaVo OP 3D possuem tela sensível ao toque ou interface guia do usuário em um computador. O posicionamento do campo de visão pode ser verificado ou ajustado, se necessário, antes do exame CBCT. Além disso, o campo de  visão pode ser colocado livremente na área de interesse. Com todas essas características, é muito fácil para toda a equipe mudar de um equipamento de obtenção de imagens com tecnologia 2D para outro com tecnologia 3D. Também pode ser útil optar por equipamentos pequenos para obter o máximo aproveitamento de espaços limitados em alguns consultórios odontológicos.  Alguns deles também giram 45° para facilitar sua instalação nos cantos.

 

“UM SONHO TORNADO REALIDADE: O VOLUME AGORA PODE SER SELECIONADO INDIVIDUALMENTE DE ACORDO COM AS INDICAÇÕES.”

Quando se trata de campos de visão, em Implantodontia às vezes menos é mais. Embora a maioria dos equipamentos CBCT no mercado

odontológico sejam anunciados com cada vez mais opções de amplos campos de visão, um equipamento com 9 x Ø 11 cm é mais do que suficiente para Implantodontistas. Para soluções locais, um campo de visão de 5 x Ø 5 cm ou 6 x Ø 4 cm é perfeito. Se houver necessidade de vários Implantes em ambos os maxilares, um volume de 6 x Ø 8 cm, 8 x Ø 8 cm ou 6 x Ø 9 cm também pode ser adequado.

Se estiver procurando um digitalizador CBCT com flexibilidade máxima, equipamentos como o KaVo OP 3D oferecem campos de visão ajustáveis. A altura do volume pode ser alterada rapidamente e personalizada individualmente de acordo com as indicações.

Isso é útil não apenas para atender às necessidades de cada paciente, mas também porque se adapta

à evolução do setor: o que precisamos hoje pode não ser o que precisaremos daqui a cinco anos. A

tecnologia pode evoluir em função de seus interesses profissionais ou pelas necessidades de seus pacientes.

Usar um campo de visão pequeno ou ajustado pode ajudá-lo a evitar riscos clínicos e legais. Por exemplo, em alguns países, podemos enfrentar problemas de diagnóstico porque os Implantodontistas não têm o treinamento adequado para diagnosticar a área interna do ouvido. Assim, o dentista estará interessado em usar o campo de visão pequeno para sua área de interesse definida e deixar que o radiologista digitalize os campos de visão mais amplos, incluindo o diagnóstico de imagens que capturem a região superior ou inferior do maxilar.

 

O SOFTWARE DE PLANEJAMENTO DEVE  PERMITIR QUE VOCÊ CONTINUE USANDO AS FUNÇÕES E SEU KIT CIRÚRGICO HABITUAL.”

Os Implantodontistas geralmente passam a maior parte do tempo trabalhando com o software e não com o digitalizador 3D. Isso deve refletir-se no seu investimento e no tratamento posterior. Ao adquirir um software, pelo nosso ponto de vista, temos que atentar para duas características: manuseio e flexibilidade.

O software que você usa para o planejamento de seus tratamentos de Implante deve ter as mesmas funções que o software de diagnóstico software de diagnóstico normal e o ideal é que ambos sejam baseados no mesmo sistema, para que você não precise exportar os arquivos DICOM para outro programa. Contando uma solução de software OnDemand3D™ ou In2Guide™, módulo especial do OnDemand3D™, para o seu planejamento de Implantes, você pode desfrutar de um processo de trabalho totalmente integrado.

A flexibilidade é ainda mais importante: o software de planejamento de Implantes deve dar a você a possibilidade de escolher o tipo de Implante com o qual deseja trabalhar. O software deve permitir que

você continue usando os instrumentos, o kit cirúrgico e os casquetes de conexão que se adaptam ao sistema ao qual você está acostumado. E se você quiser experimentar novos Implantes ou guias no futuro, com

um sistema aberto como o In2Guide ™, você ainda pode usar seu kit cirúrgico atual.

Em relação ao fluxo de trabalho que poderá conseguir com um equipamento 3D, também é necessário considerar o tempo que você despende no planejamento com o software. Há quem pense que somente se ganha dinheiro com o tratamento em si,

mas isso é falso. O tempo despendido no planejamento do tratamento poupa muito tempo da execução posterior, já que você saberá as etapas subsequentes antes de iniciar a intervenção.

 

DR. SEVERIN HOLL

  • 1984-89: Estudos de Odontologia na Universidade de Ulm (Alemanha).
  • 1990-94: Assistente científico no Departamento de Medicina Odontológica da Universidade de Ulm.
  • Desde 1994: dentista com consultório próprio em
  • Steige (Alemanha), especialista em implantodontia e
  • Membro do DGOI e DGZMK, participação em estudos científicos (“Practise based Research”, SonicFill).
  • Suporte ao desenvolvimento e teste de obturações com ultrassom, detecção de cáries usando transiluminação de infravermelhos, imagens 3D e cirurgia
  • Publicações no campo do diagnóstico de cáries, profilaxia e cirurgia guiada, bem como diversas atividades de referência

DR. JESPER HATT

  • 2003: Estudos na Aarhus Dental School (Dinamarca).
  • 2005-07: Professor assistente, Aarhus Dental School, Departamento de
  • 2007: Proprietário de consultórios privados em Skagen e Ålbæk (Dinamarca).
  • 2008-10: Treinamento em tempo integral no Pankey Institute, Flórida,
  • 2011: Mentor no Pankey Institute, Flórida,
  • 2012: Desenvolvimento de um programa prático de 4 dias para dentistas em Odontologia integral.
  • Primeiro usuário dinamarquês do software de cirurgia guiada In2Guide™. Inovador em tecnologia 3D, ele usa seu próprio digitalizador CBCT em planejamento cirúrgico desde 2008.

 

Concebido para implantodontistas: equipamento de imagem extraoral em 3D KaVo.

 

 

 

 

 

KaVo OP 3D Pro

O sistema profissional 3 em 1 para imagens 2D, 3D e cefalométricas.

 

 

0 Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*